A presença de insetos está relacionada a dois importantes fatores: a condição favorável de abrigo e alimentação. Quando essas condições estão presentes, o aparecimento de insetos é inevitável e pode acabar ocorrendo a multiplicação em massa dessas pragas.

Quando isso acontece, há grandes chances de haver contaminação de produtos e prejuízo para a saúde das pessoas. Por essa razão, é de grande importância fazer um Controle Inteligente de Pragas que compreenda a limpeza dos ambientes e uma proteção física.

Alguns desses métodos de controle incluem a presença de inseticidas, contudo, isso gera efeitos colaterais. Além do fato de que, com o tempo, as pragas possam se adaptar ao efeito do produto, e também o agente que faz a aplicação do veneno necessite de treinamento e acompanhamento médico.

Para impedir que os insetos se instalem, é preciso adotar medidas preventivas e corretivas. Medidas preventivas correspondem a educação das pessoas e implementação de Boas Práticas de Fabricação, que englobam normas obrigatórias que indústria de alimentos, fármacos, cosméticos e afins que necessitam seguir. Já as medidas corretivas incluem barreiras físicas que possam impedir o acesso dos insetos, sendo indispensável a correta utilização de armadilhas luminosas adesivas. Tais armadilhas capturam e ajudam na identificação das espécies dos insetos voadores presentes do local.

serv moscas

Antigamente as empresas dedetizadoras faziam o uso apenas da pulverização dos inseticidas, empregando cada vez mais produtos tóxicos. Atualmente, se exige a utilização de novas posturas que atendam às exigências de qualidade, segurança e eficácia. Em razão disso, o uso de armadilhas luminosas adesivas é cada vez mais difundido e só traz benefícios, pois elas são atóxicas e não possuem risco de uma possível contaminação, como é o caso das armadilhas eletrocutoras.

O mercado pós-pandemia estimula parcerias e intensifica relações técnicas com empresas especialistas como a Ultralight. O atendimento às premissas de produtividade (custo/ danos/ eficácia) e mitigar riscos à qualidade e ecologia são imprescindíveis.

REFERÊNCIAS:
GIORDANOS, José Carlos; QUIRINO, Bruno. Controle Inteligente de Insetos Urbanos. 2021. Disponível aqui. Acesso em 29 de julho de 2021.

Compartilhar: